Uns minutos de IEFP

Acordo de manhã com o despertador…. arghhhhh há quanto tempo ele não tocava para me relembrar que existe vida para além da praia… Vou começar a despachar me com alguma ansiedade, porque mesmo com 2 horas de antecedência tenho receio de chegar atrasada. Claro que cheguei atrasada, 1 minuto. Eram 11h01 quando cheguei ao IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional – se não sabias, um bem haja para ti) de Sintra, mesmo em frente ao Olga Cadaval. Tinha uma convocatória para “esclarecimentos sobre a apresentação quinzenal obrigatória” (aka termo de identidade e residência para os não-empregados mais lindos), tiro duas senhas diferentes porque a Miss Simpatia 2015 (segurança daquele espaço) me diz que a senha E não é suposto ser retirada do sistema (apesar de estar disponível e dizer que é para quem tem convocatórias marcadas…). Espero 1 minuto sentada e chamam a minha suposta-senha-que-não-deve-ser-retirada para a mesa 3:

– Bom dia menina. Em que posso ajudar?

Começas bem querida, eu realmente tenho um ar muito jovem e resplandecente 

Bom dia, eu tenho aqui uma convocatória vossa para…

Interrompe-me e puxa o papel para ela enquanto diz de forma áspera:

O seu documento de identificação.

Eish, senti a minha primeira facada enquanto lhe passava o meu cartão de cidadão e ela confirmava que realmente estava bela na foto.

Ora vamos lá ver então no sistema o que é que se passa… hummmmmmm…

Começo a sentir aquele nervoso miudinho, não entendo o que se está a passar, ela olha para o ecrã com um ar ameaçador e com a testa franzida… mas será que eu falhei com as minhas obrigações???? Será que eu não fui religiosamente de 15 em 15 dias à pu€& da junta de freguesia me apresentar porque eles me OBRIGAM?????

Está aqui a dizer que não se apresentou dia 1 de Agosto.

– Então mas… – gaguejo – eu recebi o vosso e-mail a confirmar que o meu período anual de dispensa seria de dia 1 a 31 de Agosto! 

– Ora essa menina! Tinha de ir um dia antes!!! 

– Então, mas se a data limite era dia 1 e já estava dispensada nesse dia… qual é a lógica? 

Pausa infernal enquanto a senhora pensa nos meus argumentos…

Pronto! – exclama ela – já tá resolvido.

A funcionária imprime uma folhinha a confirmar que tá tudo maravilhoso e que não incumpri nos meus deveres e sou muito linda e maravilhosa.

Ainda esclareceu que apesar de terem recebido o meu e-mail a informar que estou a frenquentar aulas no âmbito da minha formação profissional (licenciatura) não me safo de fazer cursinhos da merda que eles me vão obrigar a fazer…

É assim, estou a pensar enviar para aquela organização que elege  as empresas do ano a considerarem o IEFP como um forte candidato. 

Às 11:09 estava a sair do local. Obrigada pelos 5€ em gasolina que gastei para comprovar uma coisa que vocês sabiam que ia acontecer.

Obrigada por me ajudarem na minha formação profissional para conseguir um melhor emprego quando nem para terminar a licenciatura me dão paz e sossego.

Obrigada por me fazerem sentir uma presidiária de 15 em 15 dias.

Obrigada por me fazerem sentir de o valor miserável que recebo todos os meses nem sequer veio das minhas contribuições.

Obrigada IEFP, vocês são lindos em conjunto com a segurança social deste belo país à beira mar plantado.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Uns minutos de IEFP

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s